Espinheira Santa

Maytenus ilicifolia 380mg

45 cápsulas

Indicado para má digestão e como coadjuvante no tratamento de gastrite e úlcera gastroduodenal.

CONTRAINDICAÇÃO: Gravidez e lactação.
M.S.: 1.1860.0043.001-2

ESPINHEIRA SANTA É UM MEDICAMENTO. O USO DE MEDICAMENTOS PODE TRAZER RISCOS. PROCURE O MÉDICO E O FARMACÊUTICO. LEIA A BULA.

Saiba mais sobre

Maytenus ilicifolia

A Espinheira Santa tornou-se conhecida no mundo médico em 1922 quando o professor Aluízio Franca, da Faculdade de Medicina do Paraná, relatou o sucesso obtido com ela no tratamento da úlcera. 1

No entanto, a planta já era famosa na medicina popular por suas propriedades curativas, e não só no combate aos males do aparelho digestivo, mas também era utilizada como remédio antitumor entre os índios brasileiros e na Argentina, como antiasmático e anti-séptica.2

Originária do Brasil a Espinheira Santa é uma planta que exige sol. Maytenus ilicifolia é um sub-arbusto ou árvore, ramificada desde a base, medindo até cerca de cinco metros de altura, com distribuição predominantemente subtropical, no Brasil (São Paulo, Mato Grosso do Sul, Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul) e nos países vizinhos (Paraguai, Uruguai e leste da Argentina). 3

Referências:

1 - Steenbock W. Fundamentos para o manejo de populações naturais de espinheira-santa, Maytenus ilicifolia Mart. ex Reiss. (Celastraceae).Universidade Federal de Santa Catarina. Florianópolis. Brasil. 2003.

2 - Noelli SF. Múltiplos usos de espécies vegetais pela farmacologia guarani através de informações históricas. I Simpósio de Etnobiologia e Etnoecologia. Universidade Estadual de Feira de Santana, Bahia. 1996.

3 - Mazza MCM, Mazza CAS, Santos JE. Aspectos da fenologia reprodutiva de Maytenus ilicifolia Mart. Ex Reiss. (Celastraceae) em uma Unidade de Conservação na Formação Floresta Ombrófila Mista. Universidade Federal de São Carlos. Disponível em: http://www.seb-ecologia.org.br/viiceb/resumos/381a.pdf. Acesso em: 09 Jun 2010.